Caconde

Encravada entre montanhas, margeada pelo Rio Pardo e cercada por uma envolvente paisagem, a cidade de CACONDE, posicionada ao norte de São Paulo, a 290 km da Capital Paulista, vem se revelando como importante destino para os turistas que buscam sossego, tranqüilidade, clima medicinal, vivências esotéricas e, também, para os turistas que curtem esportes de aventura, com muita adrenalina.

represaCidade típica do interior paulista, faz divisa com Minas Gerais, tem 20 mil habitantes que convivem harmoniosamente com os visitantes que chegam de todos os lugares do país e até do exterior, atraídos pela natureza, o clima privilegiado, a parte histórica, os esportes radicais e uma série de outros aspectos que ajudam a compor um cenário diferenciado que agrada a variados perfis de turistas.

Ao passear pela Estância Climática de CACONDE é impossível não encantar-se com a arquitetura de casas antigas que conservam as características originais. Alguns tombados pelo Condephat estadual. As noites iluminadas ressaltam o coreto da praça central e revelam a arte estampada na fronte da matriz Santuário da Igreja de Nossa Senhora da Conceição – sua padroeira. Completando a paisagem do município estão as diversas e pequenas propriedades rurais, fragmentadas ao longo dos anos em função da divisão de bens e heranças dos grandes fazendeiros e produtores de café. A cultura do café é anual, e dela que vem a maior movimentação econômica da municipalidade, mas que tem aberto espaço ao turismo dos mais variados segmentos, como uma segunda opção de geração de emprego, renda e sustentabilidade a estância.

prainha_floresA criatividade de seus moradores pode ser notada também, na culinária artesanal, onde ingredientes simples se transformam em delícias de dar água na boca. Vale a pena experimentar a geléia de pimenta, a pasta de berinjela e o doce de leite com canela. Os vários tipos de pimenta são transformados em belas peças decorativas e os cafés especiais produzidos na cidade.

De acordo com a História do município, CACONDE, na época das entradas e bandeiras, era a passagem dos para os demais Estados por sua localização na divisa geográfica das antigas capitanias de Minas e São Paulo. Hoje, como Estância Climática, Caconde deixou de ser passagem e passou a ser parada obrigatória para os que procuram um tesouro muito mais precioso: as suas belezas naturais aliados, o clima fantástico, ótimo para a saúde, os esportes radicais, seu famoso carnaval, além de sua importante história  ocorrida, principalmente no século XIX.

A origem

matrizCaconde surgiu com a descoberta de ouro às margens do Ribeirão Bonsucesso. Posteriormente, se constitui como um lugar de registro de entradas e passagens de exploradores de ouro entre as capitanias de Minas Gerais e São Paulo, devido a sua localização e relevo. Era a passagem obrigatória de produtos entre o caminho de goyases, quando se efetuava a cobrança do quinto do ouro e pedágios de escravos. Talvez tenha sido esta a origem do nome da cidade, pois existe uma expressão indígena proveniente do Tupi-Guarani, cuja pronúncia  qua-aque-ond-e significa “quebrada notável por onde passam muitos”. Mas há ainda uma segunda hipótese cogitada. Como a região era povoada de escravos, que se instalaram em um grande quilombo,  o do sertão desconhecido do Alto Rio Pardo,  como comprova a Serra do Quilombo que se tornou ponto turístico, sendo que a maioria desses escravos era da tribo dos Cacundas, de uma  região angolana, acredita-se que uma corruptela do termo Cacunda pode ter originado o nome CACONDE.

>>topo

O turismo

barragemA construção da Usina Caconde, compondo lago da Graminha do Rio Pardo na década de 50 sinalizou o grande potencial turístico da cidade, despertando o interesse público e do poder administrativo do município. Em 1966 houve a conquista do título de “Estância Climática”. Os proprietários de fazendas nos anos 80 deram uma importante contribuição para a recepção de turistas ao oferecerem suas fazendas para aluguel para o chamado turismo rural. Posteriormente, foram organizados eventos com o objetivo de atrair mais turistas e foram feitos outros investimentos, como a criação do Parque Prainha e Praça Esotérica e panorâmica do  Mirante.

O grande potencial natural, porém, somente começou a ser notado com maior interesse nas décadas de 90. As cachoeiras, as montanhas com matas nativas, escarpas rochosas, rio perenes e corredeiras, todos naturalmente preparados passaram a ser explorados para a prática do turismo de aventura, colocando Caconde no cenário nacional e até despertando interesse a turistas estrangeiros pela qualidade de seus serviços nos esportes de aventura e ecoturismo. Surge “Caconde, a Estância turística”. Segundo o professor, João Fernando Orrico Cantarelli, conhecedor da história e tradições da cidade, o turismo esotérico tem se destacado. Grupos de pessoas que praticam a meditação já elegeram Caconde como um lugar de visita periódica obrigatória.

>>topo

Esportes de aventura

boia_crossPrivilegiada pela natureza, a Estância Climática de Caconde começa a se destacar no mundo dos esportes como um pólo de aventura. Seus rios, riachos e desníveis geográficos proporcionam a prática de esportes de aventura e turismo ecológico. A caminho da Cachoeira Santa Quitéria, imponente com seus 47 metros de queda da água que deixa a todos deslumbrados, o objetivo é, além da contemplação, uma pausa para experimentar as sensações proporcionadas pelo cascading (um rapel dentro da água). Durante o percurso, o contato com a natureza antecipa o que vem pela frente.

Descer o Rio Pardo numa bóia preparada, parece simples, mas para isso é necessário equipar-se com colete, capacete e perneira. Nos remansos o esforço é grande, o deslocamento da bóia depende da remada dos braços. E se por acaso a bóia virar o jeito é subir o mais rápido possível. O frio na barriga é inevitável, e o acompanhamento dos guias garante a segurança dos participantes.

cascadingChegando à cachoeira Santa Quitéria, lugar ideal para a prática do cascading, é impossível não olhar para baixo. A queda da água parece ser mais forte quando vista de cima. As cordas preparadas são o único caminho para que ousar se aventurar na descida. Lá embaixo, olhos atentos e muita torcida. Quem desce garante que a emoção é única.

O rafting praticado em Caconde tem um diferencial: é o único do mundo com água límpidas e correntes o ano todo e com volume constante. Além disso, o rio perene garante que o esporte possa ser praticado raftingdurante todo o ano, pois o lago da usina Caconde é um reservatório. Assim o nível da água não se altera por causa da manutenção. “Quando descemos um rio, a sensação é de que somos parceiros da natureza. É uma emoção indescritível”, diz visitantes que praticam as atividades. Segundo eles, trata-se de um esporte cujo risco é calculado, sendo de extrema importância a utilização de bons equipamentos e supervisão de uma equipe profissional.

trilhaHá também, para quem preferir a trilha na Usina Velha, oportunidade única de experimentar a sensação de exploração de um lugar totalmente desconhecido; a tirolesa que sempre termina com um delicioso e diferente banho; o canyoning que além da emoção dentro e fora d’água, proporciona também um visual incomparável; a cavalgada nas montanhas da Serra da Mantiqueira; a canoa canadense que une a aventura esportiva com a contemplação de um cenário paradisíaco; atividades náuticas e as expedições.

>>topo

Principais atrativos

coretoRica em belezas naturais, Caconde também possui belezas construídas pelas mãos dos homens, como por exemplo, a Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, feita em estilo românico puro no ano de 1955, substituindo a construção antiga, em estilo barroco, com projeto do arquiteto Dr. Bruno Simões Magro. Dentro da igreja três telas gigantes a óleo em estilo clássico chamam a atenção: Nossa Senhora da Glória, Imaculada Conceição e Jesus Crucificado datadas em 1961, todas levando a assinatura do pintor cacondense Edmundo Migliaccio e que varias obras na capital algumas até no palácio dos bandeirantes.

prainhaO Parque Prainha, uma área de 60.000 m², a margem direita da Represa Caconde, próximo a barragem e distante 8 km da cidade possui uma grande variedade de atividades bem distribuídas em toda sua área, dentre as quais destacam-se: área de camping, quiosques ao longo da orla da represa, trilhas com trechos diversificados de mata, áreas reservadas para reunião de grupos ou famílias com churrasqueiras, bancos de areia para "peladas", quadra de areia para vôlei, espaços de brinquedos infantis como "casa das bonecas" e "casa do Tarzan", pista de moto-cross, rampa de embarque e desembarque para lanchas, jet-ski e canoas.

redentorO Aquário contém varias espécies de peixes exóticos, sendo de água doce e salgada. Em atividade desde 2004, atrai a atenção de adultos e crianças. Vale a pena conhecer.
A Praça do Redentor está localizada num dos pontos mais altos da cidade. Nela está a estátua do Cristo Redentor cercada por uma graciosa praça, ajardinada, com ambientes diversificados e bem iluminada. De lá é possível ver e fotografar a cidade, obtendo ângulos perfeitos.

miranteSem dúvidas um dos lugares mais marcantes da Estância Climática é a Praça Esotérica e Panorâmica  do Mirante  “Pedro Ribeiro”. Situada a 14 km da cidade, a uma altitude de 1.195m, com 360º de visão de horizonte, é um local de luxo para se apreciar o espetáculo da natureza. Ao norte no meio à beleza do relevo, avista-se a cidade de Caconde. A leste contempla-se a beleza grandiosa do lago da Represa Graminha que ao amanhecer faz-se dourado ao refletir a luz do sol e prateado ao anoitecer ao espelhar a luz da lua e de fundo as divisas das Minas Gerais. Com o formato de um trevo de 04 folhas, a praça foi construída com a preocupação de manter e divulgar a já existente alma mística e esotérica do local que se avizinha da igrejinha de Nossa Senhora e que o louva o divino Espírito Santo e o grande rezador Sr. Pedro Ribeiro a quem são atribuídas fortes rezas com efeitos milagrosos. Além disso, oferece ao cidadão do 3º milênio, da Era de Aquário, um templo ecumênico, um espaço que com a sua simbologia dá boas vindas a todas as correntes de pensamento.

piramide_miranteAinda na Praça do Mirante, dois monumentos podem ser apreciados: o Portal 11:11, de onde se avista o Cristo Redentor de Poços de Caldas, incrustado nos contornos da Mantiqueira, e a Estrela de Davi, criando assim, um clima de familiaridade e êxtase, e, para os não entendidos uma sensação de curiosidade. Enfim, um lugar de onde se contempla o universo exterior através da magnifica natureza ao seu redor, e se alimenta o universo interior através do relaxamento, energização e meditação. Um lugar que faz a gente se sentir muito mais perto de Deus.

>>topo

Você sabia?

Que é cacondense o brasileiro que, mais vezes, assinou o livro de posse da Presidência da República do Brasil. Deputado Pascoal Ranieri Mazzilli, presidente do Congresso Nacional por vários mandatos, assumiu, por circunstâncias diversas, temporariamente a Presidência da República por várias vezes, inclusive na época da renúncia de Jânio Quadros. A ele é atribuída a responsabilidade da garantia da paz nacional durante aquele período atribulado da nossa história, até a ascensão dos militares. A casa que ele morou mantém suas características coloniais e foi o presidente da câmara que transferiu o parlamento para Brasília  e implantou o sistema parlamentarista.

A 1ª Estação Rodoviária do Brasil foi construída em 1954, em Caconde, graças a Ranieri Mazzilli, que, enquanto Presidente do Congresso Nacional, interferiu junto ao ministério dos transportes para contemplar e reforçar a administração de seu irmão Dr. Hugo Mazzilli então prefeito da cidade.

A Usina Hidrelétrica de Caconde é a 1ª no hemisfério Sul e a 2ª no mundo a usar o sistema subterrâneo de sala de Máquinas (Turbinas), o que obrigou a construção de um túnel de fuga, na extensão de 2,5 km, para água turbinada, o que provocou um desvio do leito do Rio Pardo e criou o trecho hoje conhecido como “Trilha do Fuga”.

>>topo